segunda-feira, 27 de abril de 2015

Cinco anos

É isso aí, cinco anos já se passaram desde o pesadelo de 2010. Será que já posso me considerar parte dos 5% de pacientes com melanoma metastático com sobrevida de mais de cinco anos? Isso não é muito assustador? Se eu fosse uma paciente normal esse seria o momento de ter alta, mas como esse não é o caso já que por mais que a minha situação esteja sob controle eu tenho recorrentes nevos melanocíticos displásicos,  o que quer dizer um acompanhamento dermatológico e oncológico sem previsão de alta. Hoje peguei o resultado das minhas últimas tomografias, crânio, tórax, abdômen e pelve, não levei ao médico ainda, mas li os laudos e está tudo bem! É sempre uma mistura de medo, ansiedade, alívio, felicidade, gratidão! Neste tempo sempre procurei viver minha vida normalmente, mas a verdade é que existem fantasmas que me assombram! Acho que de agora em diante talvez eu me sinta mais confiante para retomar projetos, focar no futuro que eu já acredito existir de uma forma mais plena, vou encarar alguns sonhos, batalhar, viver! Estou determinada há mudar um pouco mais o meu estilo de vida, alimentação e atividade física, considero essa uma jornada que requer determinação, paciência e companheirismo, acredito que a maioria das pessoas, em algum momento da vida sentem essa necessidade! De se dedicar a sua saúde de forma mais verdadeira, pretendo começar de leve, cortando excessos, é incrível pensar em como nos alimentamos mal, em como consumimos produtos que não nos trazem nenhum benefício como açúcar em excesso, refrigerantes, produtos congelados, industrializados, bebidas alcoólicas, cigarros. Eu na condição de ex fumante afirmo que parar de fumar é um desafio! É uma questão de decisão e firmeza! Quando eu decidi foram quase quatro semanas de sofrimento, nervosismo, tremedeiras, sonhos (acreditem eu sonhava que estava fumando), por muito pouco não tive recaídas. Após um mês, em compensação, minha vida era outra, maravilhosamente melhor, sem comparação, eu passei a me sentir melhor, com olfato e paladar melhor, limpa, cheirosa, e, principalmente, não era mais refém de uma porcaria que só traz malefícios ao corpo humano! E a verdade, a mais pura verdade é que parar de fumar é uma decisão, é uma opção, é uma questão de amor próprio. 
Eu já sou uma pessoa quase vegetariana por natureza, não como carne, desde que nasci praticamente, por que não gosto, nem carne bovina, nem carne suína, nem embutidos (hambúrguer, presunto, mortadela, salsicha, nada disso), consumo frango em algumas ocasiões e peixe, já estou determinada a abandonar de vez o frango e manter minha dieta a base de peixes, naturalmente já sou apaixonada por legumes, verduras, grãos, brotos e os consumo diariamente. Meu calcanhar de Aquiles está no pão branco, massas e queijos em geral. Quem resiste a um pão francês? Fresquinho, com manteiga (já estou salivando). E claro, que pela minha felicidade não abrirei mão completamente desses alimentos, consumirei de forma moderada. Os eliminados serão os refrigerantes, salgadinhos, doçuras em geral, como eu gosto muito de cozinhar estou praticando receitas que substituem o açúcar refinado pelo mascavo, pelo melado e opto por bolos de cenoura, banana, não consumo achocolatados de nenhum tipo, somente chocolate em pó ou o próprio cacau em pó, quero limitar um pouco o uso de leite condensado, deixar pra consumir naqueles momentos em que não dá pra fazer desfeita, festinha de crianças, visita dos afilhados, tpm,  acredito que a moderação é o caminho para o sucesso! Associar uma alimentação balanceada com atividade física, noites bem dormidas, chá, paz de espírito, oração e otimismo é o que eu acredito ser sucesso. Equilíbrio. Não comprometer minha saúde nem meu bem estar. Fortalecer minha fé e espiritualidade. Estudar. Ler. E, ainda em 2015, preciso encontrar o caminho certo a seguir na área profissional que é onde eu não me sinto nem um pouco realizada. Necessito dessa realização pessoal, é a única coisa que me faz falta. Portanto, estou buscando essa realização, essa é a meta! Mas sim, sou muito feliz! Sou muito agradecida! Me sinto muito sortuda e abençoada por estes cinco anos, me sinto presenteada, sinto mesmo do fundo do meu coração uma gratidão enorme pois em 2010 eu tinha uns medos que eram de não ver meu irmão crescer, nunca mais ver meus pais e minha irmã! Não ser mãe! Não acompanhar a vida dos meus afilhados! E hoje eu sinto uma gratidão imensa por ter tido essas oportunidades e por poder sonhar! Eu não sei quais são os medos e as preocupações das outras pessoas, eu sofria de imaginar que se as coisas não tivessem dado certo e eu não estivesse mais aqui que eu iria sentir muita saudade e isso é tão sem nexo né? Hoje eu vivo com a minha família bem perto de mim, meu irmão, participo da vida dos meus afilhados, planejo ser mãe e espero que estes cinco anos se multipliquem com muita saúde e realizações. Obrigada! 


2 comentários:

  1. MEUS QUERIDOS,
    Quem me conhece sabe da minha experiência jurídica na área de saúde, e nos últimos tempos, tenho visto inúmeras reportagens sobre a cura do câncer através da substância FOSFOETANOLAMINA.
    Meus avós, tios, e outros parentes próximos sofreram e alguns até morreram por esta doença então meu interesse é legítimo.
    Sim, o tratamento é experimental, e por isso, ainda não tem aprovação da Anvisa ou chancela da ANS. Mas os relatos de resultados são tão surpreendentes que tem feito muitos pacientes procurar o medicamento.
    Nos últimos meses, o assunto tem sido pauta de discussões acirradas no Poder Judiciário e, graças a Deus, a decisão mais recente autoriza o uso das cápsulas, caso tenha indicação médica.
    Claro que existem interesses obscuros nessa comercialização e não se pode deixar de cogitar do prejuízo que a indústria farmacêutica terá com o eventual reconhecimento de cura da doença da substância.
    Imaginem. Despesas mensais por pacientes que alcançam mais de R$ 100.000,00 ao mês. POR PACIENTE!!! Tudo indo por água a baixo, pois o valor de mercado da fosfoetanolamina é de R$ 0,10 por capsula.
    O fato é que os pacientes que estão sofrendo não podem deixar de tentar esta alternativa. Claro, isto se o médico que lhe dá assistência não apresentar nenhuma resistência.
    Por isso, e não só por ser advogada militante nesta área, convoco a todos para lutar pela liberação das cápsulas, judicial ou extrajudicialmente.
    Segue o link para assinar a petição!
    Sem preguiça pessoal!!!!

    http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR85788

    **** Para quem precisa de orientação jurídica, meu perfil no facebook é https://www.facebook.com/natpoletto

    ResponderExcluir
  2. Ola!!!
    Penso o mesmo quanto a super exposição de vidas, nas redes sociais, promovida atualmente, como que por obrigação social.
    Bom desabafo!

    ResponderExcluir

Fique a vontade pra deixar sua opinião! Ela é muito importante. Obrigada