sábado, 11 de agosto de 2012

Olhar com o coração...

Aparências... São uma forma de nos enganarmos com aquilo que vemos, são uma forma de enganarmos a nós mesmos quando fantasiamos aquilo que enxergamos, são uma forma de aumentar ou diminuir aquilo que buscamos acreditar! É impressionante como temos a capacidade de nos enganarmos neste ponto, quantas vezes aquilo que não conhecemos parece tão interessante aos nossos olhos? Ou como pode também nos causar tanta repulsa? Ao olhar uma pessoa, seja ela quem for, logo vamos criando uma imagem dela em nossa mente, algumas nos transmitem mais ou menos responsabilidade, mais ou menos felicidade, mais ou menos confiança, mais ou menos perigo, mais ou menos fé, e assim por diante! É automático, olhar e tirar alguma conclusão... Automático, porém incorreto! Essa é a maneira mais simples de destruirmos as chances de estarmos abertos a uma compreensão mais ampla sobre o ser de cada um. Sorrisos não querem dizer felicidade, tão pouco lágrimas referem-se à tristeza, um bonito casaco não indica riqueza e nem um velho par de chinelos, pobreza! Um belo currículo não faz de ninguém melhor, da mesma forma que a falta de instrução acadêmica não é capaz de minorizar ninguém... Não somos melhores nem piores, somos cada um de nós encerrados em nossa vida e influenciados pelas aparências que automaticamente criamos ao nosso redor... Quando alguém nos esbarra na rua não fazemos ideia das razões que o fizeram estar desatento ou apressado... Quando alguém espera uma consulta antes da sua, você até se pergunta o que pode estar acontecendo, mas não imagina o que aquela pessoa ainda tem de enfrentar! É aí que está, quando qualquer pessoa olha pra gente, não é capaz de calcular tudo o que já tivemos que enfrentar... Qualquer um que não nos conhece não sabe o que passa em nosso coração, nem o que acontece em nossas vidas, não faz ideia dos nossos desejos, do que de fato nos deixa felizes! Não estamos aqui por acaso e cada um de nós tem muitas lições a aprender. De que o mundo dá voltas e que cada coisa volta pro seu devido lugar, disso eu não tenho dúvidas, nem de que nada nesta vida é por acaso e nem de que somos fruto das nossas escolhas, cada vez mais me convenço da força existente no amor, no perdão e na fé! Amar não é nem um verbo, nem um ato, nem um fato... Amar talvez seja a única resposta! Amar a si mesmo, amar a vida, amar ao próximo, amar o amor... Passar a enxergar o mundo com o coração... Por que quando a coisa fica preta, você não dá a menor importância pro número de sapatos que tem no closet, nem pro ultimo modelo que foi lançado do iphone, quando a coisa fica preta você só se pergunta quanto tempo ainda vai poder estar juntinho das pessoas que você ama, dos seus pais, dos seus filhos, dos seus amigos... É quando a coisa fica preta que você percebe que simplicidade não tem preço e que o tempo é valioso de mais pra ser desperdiçado com qualquer coisa que não te abra um sorriso nos lábios! Que evoluir não é aceitar tudo, mas compreender as razões que fazem com que nem tudo seja da forma que imaginamos ou esperamos, e tão pouco queremos, compreender e respeitar as diferenças... Respeitar o tempo! Respeitar qualquer forma de vida e não tirar conclusões pelas aparências! Seguirmos nossas vidas acreditando em nosso caminho, agradecendo nossas experiências e lembrando que não existe uma forma de ser feliz se não tivermos amor no coração, disposição pra perdoar e vontade de enxergar o mundo sem os olhos do preconceito, nós não fazemos ideia do que leva as pessoas a serem como são, ou agirem da maneira que agem, então não temos que nos preocupar com o que não cabe a nós... Uma vida já é algo bastante grande pra se cuidar e é por isso que cada um de nós ganhou a sua!

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Uma vez assisti ao filme, nele tinha uma cena logo no início em que um sábio dizia a protagonista:"Você tem que parar de ver o mundo através da sua cabeça. Em vez disso, precisa olhar pelo coração. Assim você vai conhecer Deus."

    Seu texto, ao meu ver, explica direitinho o que o sábio quis dizer.
    Belo texto parabéns!

    ResponderExcluir

Fique a vontade pra deixar sua opinião! Ela é muito importante. Obrigada