quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Pé Inchado...

Há um ano e meio, aproximadamente, eu lido com esta verdade! Meu pé esquerdo incha! Não é tão inacreditável, uma vez que duas cadeias de linfonodos foram retiradas de mim, uma na região pélvica e outra inguinal! Logo, a circulação ficou prejudicada e alguns cuidados são inevitáveis! (Pra sempre). Bem, é como calvice, velhice, joanete, diabete... Não há o que ser feito, você tem que se adptar e aprender a viver assim! A reflexão porém é de que neste tempo em que venho me adaptando a esta nova realidade, eu pude observar que, em todas as circunstâncias que meu pé esteve realmente inchado, eu me diverti muito, como nunca, além do pé inchado em questão, eu trazia muita e muita história pra contar! É impressionante como algo relativamente ruim era capaz de me transportar à algo muito bom! As vezes em nossa vida, é preciso que coisas não tão boas aconteçam para que possamos observar as coisas boas que vem logo em seguida! Não é uma questão de compensação, mas sim, de valorização do que se tem! Valorizar os momentos tão ricos e raros, mesmo que aconteçam inúmeras vezes, são raros, por que nenhum deles será igual ao outro! A maneira como cada pessoa encara os acontecimentos em sua vida é que define o grau da sua satisfação e felicidade! Eu poderia realmente reclamar por ter de me adaptar a uma realidade tão cruel! Mas, ao invés de me lamentar, eu preferi olhar por outro ângulo e perceber que eu tive não só uma segunda chance de viver, e sim, uma segunda chance de aprender! Creio que muitos de nós (e eu me incluo neste grupo) temos sim, diariamente muitas coisas das quais nos queixar! Mas, se realmente pararmos para olhar ao nosso redor, para enxergarmos o contexto em que estamos inseridos, para analisar que cada momento desperdiçado com queixas se torna um momento a menos de vida e que muitas pessoas não tem uma "segunda" chance, agarraríamos com unhas e dentes todas as chances que a vida nos oferece de sermos felizes, de praticarmos o bem e de nos preocupar conosco! As vezes, ou melhor, quase sempre que desabafo com alguém sobre as mais variadas coisas, recebo em troca, além de ouvidos, palavras que me fazem pensar e acrescentar mais motivos para acreditar que nesta vida nada acontece por acaso! O que nossos olhos vêem, nem sempre é a realidade, temos um hábito de colorir o que está ao nosso redor e enxergar nossa vida em preto e branco, sendo que o correto deveria ser o contrário! Uma amiga, outro dia me deu um bilhete com a seguinte frase: "Que possamos ver sempre além daquilo que está diante de nossos olhos". Um dos mais belos conselhos que já recebi! Olhar além daquilo que parece óbvio, não tirar conclusões precipitadas e não julgar ou definir ou colorir o que muitas vezes é sem cor! Viver e aprender com as nossas experiências e tirar delas o que de mais proveitos elas possam nos oferecer! Eis a vida!

Um comentário:

  1. Vida: prazer em conhecer! Estou quase lá.
    Valeu.

    ResponderExcluir

Fique a vontade pra deixar sua opinião! Ela é muito importante. Obrigada